Hesitação de máquina fotográfica em riste

O vento serpenteia entre as dunas

e as nuvens já cavalgam o horizonte…

Ao largo destes cabos quais tribunas,

mordendo as ondas vindas de defronte,

rochedos vejo – negros e selvagens –

leixões de faces nuas, pontiagudas,

lutando dia e noite co’as voragens

de um mar onde não vagam ondas mudas.

*

Afogo o olhar revendo o mar, as fráguas

que apontam para o céu enevoado,

no entanto, sem saber o que procuro…

*

[Silêncio]

*

E vejo naqueloutro cabo escuro

de rochas debruçadas sobre as águas,

o facho de um farol fotografado…

*

*

*

*

André Almeida Paiva

2016